skip to Main Content
Contate-nos: 71 3244-3467

Serviços

Conheça nossas atividades - O FRIO ALIMENTAR

Atualmente, a grande maioria das instalações frigoríficas para FRIO ALIMENTAR usam câmaras frigoríficas e balcões expositores para congelados e resfriados, atendidos por uma central de frio (casa de máquinas), onde pulsa o centro do sistema, que é o rack (prateleira) de compressores, operando em paralelo.

Este sistema, basicamente, é uma aplicação do chamado CICLO FRIGORÍFICO PADRÃO, que funciona da seguinte maneira:

Existem cinco componentes básicos num sistema de refrigeração mecânica.

  • O compressor bombeia o vapor refrigerante.
  • O condensador libera o calor do refrigerante de forma similar à que o radiador de um veículo libera o calor do sistema de resfriamento do motor.
  • O controle do refrigerante libera vapor refrigerante quando é necessário e
  • O evaporador é o componente que absorve o calor do interior de espaço refrigerado.
  • O quinto componente é o gás refrigerante. Sem ele, não há refrigeração.

Remover calor do espaço refrigerado é como remover água do interior de uma canoa que está com um vazamento no fundo. Pode-se usar uma esponja para absorver a água de dentro da canoa. A seguir, a esponja é mantida sobre a borda da canoa e espremida de forma da água ser liberada na lagoa. Esta operação pode ser repetida tantas vezes quanto necessário. Ela transfere a água do interior da canoa para a lagoa.

No refrigerador, em vez de água é transferido calor.

  • Depois de passar pela válvula de controle o refrigerante entra no evaporador na fase líquida, absorve calor do meio circundante. Se evapora e flui para a saída na fase vapor.
  • No momento em que ele alcança o fim do evaporador todo o refrigerante está na fase vapor.
  • A seguir, esse vapor a baixa pressão e temperatura entra no compressor, onde é comprimido e sua temperatura se eleva por ter incorporado o calor de compressão.
  • A seguir o vapor a alta pressão e alta temperatura flui em direção ao condensador.
  • O condensador trabalha de maneira contraria ao evaporador. No condensador o vapor transfere calor ao meio circundante. Ao chegar ao final do condensador o refrigerante foi resfriado e mudou de estado para a fase líquido. Dizemos que, no condensador o calor foi espremido para fora.
  • O refrigerante na fase líquida a alta pressão volta a passar pela válvula de controle, reiniciando o ciclo.

E este ciclo se repete até que a temperatura dentro do refrigerador atinge o valor desejado. O calor não é destruído para esfriar a geladeira. Simplesmente ele é removido do interior e liberado do lado de fora.

Observe agora a imagem abaixo. Temos aí o exemplo do ciclo frigorífico padrão onde a peça de cor verde se chama Compressor, o azul, Evaporador, o X que está embaixo do compressor se chama Válvula de Expansão e a peça vermelha se chama Condensador.

 

 

A MULTIFRIO BAHIA, trata, principalmente, da saúde do compressor, da forma mais básica possível, ou seja, o repara quando quebra. Fomos treinados pelo fabricante especificamente para isto. Mais não só. Temos obrigação de conhecer o sistema frigorífico para poder DIAGNOSTICAR, e informar ao cliente, porque (quais as causas pelas quais) o compressor quebrou e, o mais importante, RECOMENDAR medidas corretivas para impedir que o compressor volte a quebrar pelos mesmos motivos pelos que quebrou inicialmente.

Aliados à tecnologia da Bitzer e atuando com competência técnica e grande paixão, impulsionamos a utilização dos seus compressores, cumprindo a nossa responsabilidade no mercado.

Os compressores Bitzer são indispensáveis em diversos setores da indústria. Nas inúmeras aplicações de refrigeração industrial, eles são sinônimo de eficiência, segurança operacional e baixos custos de operação e manutenção no seu ciclo de vida. Os compressores da Bitzer, trabalham em sistemas de condicionamento de ar de ambientes e de veículos de passageiros, em transporte frigorificado de produtos alimentícios, armazéns frigoríficos de cadeias de distribuição, ajudam na congelação rápida de alimentos e possibilitam a produção e o armazenamento de medicamentos essenciais.

 

Back To Top